Cegonha Medicina Reprodutiva

Funcionamento : Segunda a Sexta - 08h às 18h
  Contato : 31 2534-2710

Endometriose versus fertilidade

Como a endometriose pode afetar a sua fertilidade?

A endometriose e a infertilidade estão intimamente relacionadas.

Segundo alguns estudos, entre 30-50% das mulheres com endometriose apresentam dificuldades para conceber. Uma mulher com endometriose tem sua chance de engravidar a cada mês (conhecida como taxa de fecundidade mensal) reduzida para apenas 2-10%, comparada à taxa mensal de fecundidade da população geral, que é 15-20%.

A maneira exata de como a endometriose interfere na fertilidade das pacientes não é clara, e depende do estágio e da gravidade da doença. Um ou mais fatores podem contribuir para o problema, entre eles:

Obstrução Tubária

Os fragmentos do endométrio ectópico podem causar obstruções nas tubas uterinas, impedindo o óvulo de passar por elas após a ovulação. Este bloqueio físico pode impedir a fertilização.

Cistos Ovarianos

Os endometriomas podem interferir na ovulação normal, bloquear o transporte do óvulo e até mesmo danificar os ovários, resultando em diminuição da reserva ovariana.

Toxicidade no ambiente pélvico (intraperitoneal) causada pelos depósitos endometrióticos.

A infertilidade pode ocorrer mesmo em casos relativamente leves de endometriose, onde não há bloqueios mecânicos ou aderências que impeçam a ovulação normal.

Exatamente como a endometriose causa a infertilidade nesses casos não está totalmente esclarecida, mas estudos indicam que a presença de endometriose altera o ambiente intraperitoneal. As próprias células endometriais ou a resposta imune do corpo produzem substâncias como as prostaglandinas, que têm efeitos anti-fertilidade e podem dificultar a concepção.

Agravando o problema da fertilidade causada pela endometriose é o fato de que os tratamentos são incompatíveis com a gravidez: pílulas anticoncepcionais e outros tratamentos hormonais podem interromper a progressão da doença, mas esses medicamentos funcionam em grande parte suspendendo a menstruação e o ciclo natural de ovulação.

Uma mulher que queira engravidar terá que suspender esses tratamentos para a endometriose, o que acaba resultando no retorno de seus sintomas. Nesses casos, o tempo é essencial: engravidar antes que os sintomas graves retornem é a melhor opção possível.

A equipe do Cegonha Medicina Reprodutiva, Instituto de Saúde da Mulher (ISM) e do Sigma Ultrassom possuem os melhores profissionais para diagnosticar e tratar a endometriose.

Agende sua consulta. Cuide de você.

Fonte: https://blog.scrcivf.com/endometriosis-and-infertility-is-ivf-a-good-fertility-option

Leia também:
Endometriose? Que doença é esta?

Compartilhe: