Cegonha Medicina Reprodutiva

Funcionamento : Segunda a Sexta - 08h às 18h
  Contato : 31 2534-2710

Todos os Posts com a Tag: congelamento de embriões

maternidade após cancer de colo do utero

A maternidade após o tratamento do câncer de colo do útero é uma realidade, entenda como

Mulheres acometidas pelo Câncer de colo do útero podem ser mães APÓS o tratamento. Você sabe como isso é possível?

Primeiramente vamos entender o que é o câncer de colo do útero e como pode ser diagnosticado.

O câncer de colo do útero (região mais inferior do útero que se comunica com a vagina), também conhecido como câncer cervical, é causado pela infecção persistente por alguns tipos do Papilomavírus Humano – HPV (chamados de tipos oncogênicos).

Leia mais
Nova Técnica de Criopreservção

O bem sucedido crescimento de óvulos em paciente com câncer

Uma menina de dois anos de idade, tornou-se a pessoa mais jovem a ser submetida a uma nova técnica que pode preservar a sua fertilidade após a quimioterapia.

A garota é a mais nova entre os 23 pacientes com câncer com idades entre 02 e 31 anos, que participaram de um estudo piloto para remoção de tecido ovariano e óvulos imaturos para Criopreservação.

Leia mais

Embriologista do Cegonha esclarece todas as dúvidas sobre Preservação da Fertilidade

Entrevista com a Especialista: A embriologista Raquel Alvarenga esclarece todas as suas dúvidas sobre o congelamento de gametas

O que é o congelamento de gametas?

É a criopreservação, dos óvulos e dos espermatozóides, em nitrogênio líquido, à temperatura de -196°C. Numa temperatura tão baixa, estas células ficam preservadas vivas, com seu metabolismo totalmente suspenso, por longos períodos, que pode alcançar décadas.

Como o congelamento é feito? Existem diferenças entre congelamento de óvulos e espermatozóides?
Leia mais
post-congelamento-semen-homens-cancer

Por que congelar sêmen de homens com câncer?

Conheça a criopreservação terapêutica de espermatozóides – solução eficiente e viável – para preservar a capacidade reprodutiva de pacientes com câncer, garantindo sua fertilidade futura.

Os avanços terapêuticos em Medicina têm permitido melhores prognósticos para homens acometidos por neoplasias de diferentes etiologias. Porém, efeitos adversos acarretados pela própria patologia ou pelo uso de quimioterápicos e radioterapias podem acometer parcial ou totalmente na função reprodutiva do paciente, resultando em danos irreversíveis aos testículos, devido ao comprometimento das espermatogônias.

Leia mais