Cegonha Medicina Reprodutiva

Funcionamento : Segunda a Sexta - 08h às 18h
  Contato : 31 2534-2710

duvidas sobre ferilização in vitro

Confira 10 dúvidas mais comuns sobre Fertilização in Vitro

Esclareça suas dúvidas sobre Fertilização in Vitro (FIV)

A fertilização in vitro (FIV) é uma das técnicas de reprodução humana assistida utilizadas no tratamento de infertilidade.

O procedimento é todo realizado em laboratório e por isso a técnica de fertilização recebe o nome “in vitro”. No procedimento é feita a coleta de espermatozóides, por meio da masturbação masculina, e estes são colocados junto aos óvulos da mulher, que são extraídos por meio de uma punção vaginal, ou seja, a aspiração por uma agulha ligada ao ultrassom transvaginal.

A fecundação ocorre naturalmente. Caso os espermatozóides não penetrem nos óvulos, é feita uma injeção.

Após o procedimento, os embriões são cultivados em laboratório por até 5 dias e depois são introduzidos no útero. As próximas etapas ocorrem como na gestação natural.

Ainda com dúvidas?

Confira as 10 perguntas mais comuns sobre o assunto:

1- É necessário que a mulher faça uso de alguma medicação especial?

Segundo especialistas, no início do tratamento são utilizados medicamentos para estimular o aumento de óvulos maduros disponíveis no ovário no ciclo menstrual. Durante esta fase, são realizados com frequência exames de ultrassonografia e em alguns casos, exames de sangue, para verificar a resposta aos medicamentos e definir o melhor momento para a coleta dos óvulos.

2-Quais exames devem ser realizados antes do tratamento?

Com relação aos exames, antes de iniciar qualquer tratamento, o casal deve investigar as causas da infertilidade, incluindo exames de ultrassom, espermograma, avaliação hormonal, avaliação das tubas pela histerossalpingografia e exames mais tradicionais como HIV, HTLV hepatite B e C, sífilis e rubéola, ZIKA vírus, entre outros.

3- O tratamento pode ser realizado na menopausa?

De acordo com especialistas não, pois após a menopausa a mulher não tem mais óvulos para serem fertilizados. Porém, existe uma solução – a doação/recepção de óvulos – procedimento em que são usados óvulos de uma doadora anônima.

4- Qual o prazo para a mulher que está tentando engravidar naturalmente cogitar o tratamento de fertilização in vitro?

É recomendado por especialistas que casais esperem até 1 ano para começar a buscar outras alternativas. Em alguns casos como, mulheres com mais de 35 anos ou casais com algum fator que possa atrapalhar a fertilidade, o prazo é de 6 meses.

Existem ainda outras situações em que o casal pode procurar ajuda precocemente, como ausência de menstruação regular, histórico de infecção grave, endometriose ou suspeita de alteração do sêmen. De qualquer forma, somente após a identificação da causa de infertilidade, o médico conseguirá indicar a fertilização in vitro ou outro tratamento mais adequado.

5- Quanto tempo dura o tratamento?

Cada tentativa de um tratamento de reprodução humana assistida dura em média 20 dias. Durante esse período o casal é acompanhado pelo seu médico e realiza a coleta de óvulos, sêmen, transferência de embriões e exames de ultrassom.

6- O tratamento possui efeitos colaterais?

De acordo com especialistas, o efeito colateral mais comum é o inchaço. Mas também podem ocorrer dores de cabeça, desconforto abdominal, ganho de peso e alterações de apetite ou humor, mas são pouco comuns. Efeitos mais graves, como trombose, sangramentos intensos e infecções são bem raros, mas podem ocorrer.

7- Os riscos que podem ocorrer na gravidez com fertilização in vitro são os mesmos da gravidez tradicional?

Sim, tanto na gravidez tradicional como na gestação realizada pelo método de fertilização in vitro FIV, os riscos são os mesmos. Tudo depende dos hábitos e características do casal. A única diferença que ocorre está relacionada aos cuidados, pois nas primeiras doze semanas da gestação de FIV, é comum o uso de hormônios de suporte e isso normalmente não ocorre em gestações naturais. Após esse período , a gestação ocorre naturalmente.

8- A rotina da mulher deve ser alterada durante o tratamento ou ela pode ter uma rotina normal?

Em geral, durante o tratamento, é recomendado que a mulher não pratique atividades físicas de impacto, como musculação e corridas. Nesse período os ovários ficam maiores e o excesso de movimentação pode gerar problemas. Com relação à alimentação, é recomendada uma dieta saudável, sem maiores restrições.

Recomenda-se ainda: não consumir bebidas alcoólicas e não fumar, que são restrições comuns que se aplicam a qualquer mulher grávida ou que pretende engravidar.

9- O casal pode ter relações sexuais durante o tratamento de fertilização in vitro?

Sim, mas devem ser evitadas nos dias próximos da coleta de sêmen, pois nessa fase o homem deve ficar de dois a cinco dias sem ejacular, para garantir uma melhor qualidade do material coletado e por alguns dias imediatamente após a coleta ovular, pois nesse período a mulher pode sentir dores ocasionadas pelo tamanho dos ovários.

10- Quais as chances de sucesso da fertilização in vitro?

As chances de sucesso no tratamento dependem das características de cada casal e podem variar de acordo com a idade da mulher e a causa da infertilidade.

Agende sua consulta com um de nossos especialistas e esclareça todas as suas dúvidas.

Fale com a Equipe Cegonha:

(31) 2534-2710 / 32534-2711

Compartilhe: